O Caçador de Pipas – Khaled Hosseini.

Um dos livros mais sensíveis e chocantes que li, e que despertou em mim sentimentos que não conhecia, ou talvez que estavam adormecidos e  nem sabia.

Assisti ao filme após a leitura completa e não me arrependi.A narrativa literária apresenta dois focos distintos: a individualidade do homem em oposição ao mundo no qual ele vive o mundo onde o indivíduo interage em oposição a ele.

Uma historia cheia de elementos de propensão a  crueldade, mas também de um amor redentor entre dois personagens, Amir e Hassam,  de personalidades bem diferentes, mas que possuem uma forte ligação.É um livro que comunga de forma excepcional as relações de amizade, de fraternidade  familiar, diferenças raciais, religiosas e suas consequências.

Amir, se depara com sua própria consciência o acusando de omissão ao perceber que algo precisava ser feito para honrar seu passado ao lado do amigo de infância. É a oportunidade de mudar seu perfil de menino covarde e medroso, uma história de permanente fuga substituída por uma ação reacionária em busca da justiça e da igualdade.

Um ponto de grande riqueza da obra é a forma como o  autor transmite o contato entre  duas culturas bem distintas.

O livro conta a história de Amir, um menino nascido em Cabul, no Afeganistão, na década de sessenta num período de guerras que caracterizaram o fim da monarquia regente naquela região.
A morte de sua mãe durante seu nascimento coincide com a história de seu melhor amigo de infância, Hassan, filho de Ali, empregado de seu pai.

Meninos arteiros, eles crescem brincando, pregando peças nos outros e, especialmente, soltando pipas. Prática que define o destino de ambos em caminhos distintos, assustando a nós leitores com situações como o reflexo da opressão, situações de estupro, morte e fuga de refugiados.

Após tantos percalços, nós leitores conseguimos atingir um nível de sensibilidade durante a leitura que  praticamente as lágrimas brotam em reflexões assustadoras.

É o papel de redentor que fascina e fecha esta história que retrata uma realidade de um país dilacerado pelas desigualdades e, especialmente pelas atrocidades em nome de Allah.

É um romance cuja narrativa utiliza uma linguagem convincente que prende o leitor pelas emoções e reflexões inevitáveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: