Conto: Macacos – Clarice Linspector

imagesUm fato na vida de Clarice, um conto, uma lição de vida, enfim, uma superação… Clarice teve um mico, um macaco, foi próximo a época de ano novo.

O conto “Macacos” está na obra Para Gostar de Ler lançado em 1984.

Na apresentação do conto, a narradora nos  mostra a história de como teve seu primeiro macaco (uma metáfora sobre seu relacionamento).Esse primeiro “macaco” logo morre, e depois de um ano a narradora decide comprar um outro pequeno macaco, ao ver um vendedor na rua com alguns disponíveis.

Eis  o ponto forte do conto que me marcou, o trafico infantil, o modo silencioso de como a sociedade transita entre pontos de problemáticas tão impactantes como família, filhos, relacionamentos, tráfico de pessoas.

A narradora, desconhecendo a esperteza do vendedor, compra uma macaca pequena (que podemos deduzir que seria um mico) e doente. Ao chegar no apartamento, após a euforia das crianças, a macaca logo mostra sinais que estava doente. Preocupada com a saúde da macaquinha, ela não pensa duas vezes, e em plena madrugada, sai a procura de um hospital.

Quando chega no hospital, o enfermeiro, que também gosta de “animais”, logo desengana a família. O clímax está ai: a macaca iria sobreviver?

Mas como todo conto, o final é inesperado, você demora algum tempo para digerir a real mensagem desta história. Eu simplesmente me emocionei.. não dispunha de nenhuma palavra ou reação sobre tudo que eu li.

Talvez a palavra que mais define meu entendimento sobre Clarice Linspector seja perplexidade.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: