Crítica: Kubo e as Cordas Mágicas

Ficha Técnica:
País: EUA                                                   Classificação: 10 anos
Estreia: 13 de Outubro de 2016            Duração: 90 min.    
Direção: Travis Knight                           Roteiro: Chris Butler , Marc Haimes
Elenco: Matthew McConaughey , Charlize Theron , Rooney Mara , Ralph Fiennes , Art Parkinson , George Takei
download-2Sinopse: Kubo vive uma vida tranquila em uma pequena vila no Japão até que um espírito vingativo faz com que todo tipo de monstros e deuses passem a persegui-lo. Para se livrar disso, Kubo precisa encontrar a armadura mágica que seu pai, um lendário samurai, costumava usar.

Esta animação conta com a excelência de Travis Knight, animador-chefe que assina os seguintes trabalhos : Coraline, Paranorman e Os Boxtrolls.

Ele sabiamente se une ao estúdio de animação Laika e tem todos os elementos necessários, inclusive liberdade artística para organizar a produção de Kubo visto que os grandes trabalhos acima também são frutos dessa parceria.

Esta é uma obra de arte, uma janela para o perdão e a exaltação do amor!

Aqui, o trabalho de stop-motion esta impecável, muito fluido onde não percebemos em quase todo o longa que se trata de tal técnica, existe vida própria aqui, expressividade e amorosidade.

Kubo, um jovem garoto com poderes mágicos – ele consegue dar vida a pedaços de papel através de sua música. Quando ainda muito pequeno ele fora salvo por sua mãe de seu avô, o temível Rei da Lua, que acabou tirando um dos olhos do menino no processo e não descansará até arrancar o outro. Com isso, o garoto e a mãe devem viver longe da luz do luar, até que um dia, descuidado, Kubo acaba sendo descoberto, o que o coloca em uma jornada para encontrar uma armadura lendária que o possibilitará enfrentar seu avô.

kubo-3-1158x595

O trabalho de dublagem  melhora muito nossa percepção sobre a narrativa.  O roteiro nos entrega uma narrativa nada previsível, somos surpreendidos com uma história sobre a aceitação das diferenças. A busca pelos olhos do menino é uma metáfora que trata do enxergar e não do simples olhar.

Nota: 09 Livretos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: