Moana

Hoje vocês foram escolhidos pelo oceano para adentrarem nessa magnifica animação, que conta muito mais que uma história de uma adolescente que vence as barreiras…

Não podemos deixar de destacar que ela concorreu ao Oscar 2017 nas categorias de Melhor animação e Melhor canção original com “How Far I’ll Go”.

Sinopse

Moana Waialiki é uma corajosa jovem filha do chefe de uma tribo na Oceania. Querendo descobrir mais sobre seu passado e ajudar a família, ela resolve partir em busca de seus ancestrais, habitantes de uma ilha mítica que ninguém sabe onde é. Acompanhada pelo lendário semideus Maui, Moana começa sua jornada em mar aberto, onde enfrenta terríveis criaturas marinhas e descobre histórias do submundo.

Análise

Não poderia deixar de iniciar a nossa conversa falando desse sucesso vertiginoso da Moana, que em sua estreia, alcançou os 80 milhões de doláres só nos EUA.

Poderíamos apontar vários fatores que fazem desse filme um sucesso e entre eles está o cenário lindo, personagens fortes e profundos, trilha tocante, roteiro fluído e uma excelente mensagem que tocará tanto as crianças quanto aos adultos!!!

A direção é assinada pelos já conhecidos John Musker e Ron Clements. Para quem não está recordando os nomes, eles também foram responsáveis por alguns sucessos como: A Pequena Sereia, Aladdin, Hércules e A Princesa e o Sapo. Eles relataram em algumas entrevistas, que a animação sofreu várias intervenções no roteiro depois que eles conheceram as ilhas e um pouco mais sobre suas culturas. Então, além do toque mágico da Disney, temos um roteiro construído a partir de uma cultura pouco explorada pelo ocidente.

Essas viagens impactaram diretamente nos cenários, que são lindos. E com uma animação gráfica encantadora, temos planos de fundo e personagens que nos deixam extasiados.

Só posso falar da trilha se falar da história….Ela impacta diretamente e mostra que a Disney ainda sabe acertar a mão para um bom musical. Do início ao fim, passando pelo ponto auge da nossa personagem principal, está rodeada por elas.

Não revelarei os pontos principais de nossos personagens coadjuvantes e da nossa personagem principal, para vocês terem o gostinho da surpresa, mas posso dizer que ela vem findar  uma nova políticas de princesas da Disney, que vem se construindo nos últimos anos.

De modo geral, trazer uma outra cultura é muito renovador. Mesmo tendo somente pinceladas é muito legal ver a cultura maori, por exemplo, presente no filme. A representação de valores é muito importante para entendermos que há um processo global e que temos que aprender em conjunto.

Mas antes de ir para a nota gostaria de falar um pouco das 3 mensagens principais, para que vocês já trabalhem em suas mentes antes de assistir o filme:

1 – Escolhas: ser aquilo que querem que eu seja ou ser aquilo que eu quero ser?

2 – Fogo do coração / Inquietação: é a velha discussão…sigo a razão ou a emoção do meu coração? O que irá te fazer feliz?

3 – Romper barreiras: Cada dia mais vivemos dentro de um ciclo e tudo nos leva a ficar no seguro e a não ousar.

Ou seja, vale apena assistir e re-assistir, para embrenhar-se cada vez mais no sentido que essa animação tem.

Até mais.

fonte: spherageek

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: