Resenha| Fábrica de Vespas – Ian Banks

fabrica-de-vespas-iain-banks-darkside-books-post-3d-site.pngUm obra única, extremamente violenta e visceral. Considerado um clássico moderno, eleito entre os cem romances mais importantes do século XX, nunca antes editado no Brasil. Leia se estiver preparado!

Fiquei muito mexida com tudo o que li. Trabalho com estudantes nessa faixa de idade e me lembrei de muito do que li observando as ações do dia a dia dos alunos que convivo, não só da escola particular mas também das escolas públicas. É impactante o modo de como a narrativa toma conta do nosso consciente e sentimos tudo muito próximo, muito real.

Fábrica de Vespas consegue produzir um olhar ao mesmo tempo bizarro, imaginativo, perturbador e repleto de humor negro sobre o que se passa dentro da mente em formação de um psicopata. Conflitos familiares, personalidades mais agressivas e menos ligadas a uma emoção mais serena, mostraram-se ações constantes na juventude de muitos hoje em dia..

Sinopse: Narrado em primeira pessoa, sob o ponto de vista de Frank – um garoto de 16 anos bastante incomum que vive com seu pai em um vilarejo afastado, em uma ilha escocesa. A vida deles, para dizer o mínimo, não é nada convencional. A mãe de Frank os abandonou anos atrás; Eric, seu irmão mais velho, está confinado em um hospital psiquiátrico; e seu pai é um excêntrico sem tamanho. Para aliviar suas angústias e frustrações, Frank começa a praticar estranhos atos de violência, criando bizarros rituais diários onde encontra algum alívio e consolo. Suas únicas tentativas de contato com o mundo exterior são Jamie, seu amigo anão, com quem bebe no pub local.

Fábrica de Vespas consegue produzir um olhar ao mesmo tempo bizarro, imaginativo, perturbador e repleto de humor negro sobre o que se passa dentro da mente em formação de um psicopata.

Tornou-se amplamente conhecido pela controvérsia causada pelo seu primeiro romance, Fábrica de Vespas, publicado originalmente em 1984. Desde então, foi aclamado tanto pela crítica como pelos seus leitores por dezenas de obras de ficção e ficção científica. Foi considerado um dos Melhores Novos Escritores Britânicos em 1993. O jornal inglês The Times aclamou Iain Banks como “o romancista britânico mais imaginativo de sua geração” e o Guardian considerou-o “o padrão pelo qual o restante da ficção científica é julgado”. “Uma história excepcional de horror gótico, macabra, bizarra e impossível de largar. […] leitura formidável.” — Financial Times

Literatura Estrangeira / Suspense e Mistério / Terror

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: